Identidade em Cristo

198 identifica em Cristo A maioria das pessoas com mais de 50 anos se lembra de Nikita Khrushchev. Ele era um personagem colorido e tempestuoso que, como líder da antiga União Soviética, bateu o sapato no pódio quando falou com a Assembléia Geral das Nações Unidas. Ele também era conhecido por sua explicação de que o primeiro humano no espaço, o cosmonauta russo Yuri Gagarin, "voou para o espaço, mas não viu deus lá". Quanto ao próprio Gagarin, não há registro de que ele tenha feito tal afirmação. Mas Krushchev estava certo, mas não pelas razões que ele tinha em mente.

Porque a própria Bíblia nos diz que ninguém nunca viu Deus, exceto um, a saber, o próprio Filho de Deus, Jesus. Em João, lemos: «Ninguém nunca viu Deus; o primogênito, que é Deus e está no colo do pai, anunciou-o para nós » (João 1,18).

Ao contrário de Mateus, Marcos e Lucas, que escreveram sobre o nascimento de Jesus, João começa com a divindade de Jesus e nos diz que Jesus era Deus desde o princípio. Ele seria o "Deus conosco", como as profecias previam. João explica que o Filho de Deus se tornou homem e viveu entre nós como um de nós. Quando Jesus morreu e ressuscitou e sentou-se à direita do pai, ele permaneceu humano, o homem glorificado, cheio de Deus e cheio de homem. O próprio Jesus, a Bíblia nos ensina, é a mais alta comunhão entre Deus e a humanidade.

Por amor, Deus fez a livre escolha para criar a humanidade à sua própria imagem e armar sua tenda entre nós. É o mistério do evangelho que Deus se importa tanto com a humanidade e que ele ama o mundo inteiro - isso inclui você e eu e todas as pessoas que conhecemos e amamos. A explicação final do mistério é que Deus demonstra seu amor pela humanidade encontrando a humanidade encontrando todos e cada um de nós na pessoa de Jesus Cristo.

Em João 5,39, Jesus é citado da seguinte forma: "Você procura nas Escrituras porque pensa que tem vida eterna nelas; e é ela quem testemunha de mim; mas você não quer vir a mim para ter vida. A Bíblia está lá para nos levar a Jesus, para nos mostrar que Deus se ligou tão profundamente em Jesus através de seu amor que ele nunca nos soltou. No Evangelho, Deus nos diz: «Jesus é um com a humanidade e outro com o Pai, o que significa que a humanidade compartilha o amor do Pai por Jesus e o amor de Jesus pelo Pai. Assim, o evangelho nos diz: Porque Deus te ama de maneira completa e irresistível, e porque Jesus já fez tudo o que você não poderia fazer por si mesmo, agora você pode se arrepender de alegria, acreditar em Jesus como seu Senhor e Redentor, você mesmo negue, pegue a cruz e siga-o.

O evangelho não é uma chamada para ficar de fora de um Deus irado, finalmente, em repouso, é uma chamada para aceitar o amor infalível do Pai, do Filho e do Espírito Santo e para se divertir, que Deus amou cada momento de sua vida incondicionalmente e nunca deixará de te amar para sempre.

Nós não veremos fisicamente Deus no universo, mais do que nós fisicamente O vemos fisicamente aqui na Terra. É através dos olhos da fé que Deus se revela a nós através da fé em Jesus Cristo.

por Joseph Tkach


pdfIdentidade em Cristo