A vida derramada de Cristo

189 a vida derramada de cristoHoje, gostaria de encorajá-lo a prestar atenção à advertência que Paulo deu à Igreja das Filipinas. Ele pediu que ela fizesse alguma coisa e eu mostrarei a você o que foi e pedirei que você decida fazer o mesmo.

Jesus foi completamente Deus e completamente humano. Outra escritura que fala da perda de sua divindade é encontrada em Filipenses.

«Pois esteja em vós esta disposição, que também estava em Cristo Jesus, que, estando na forma de Deus, não se apegou como um roubo para ser semelhante a Deus; mas ele se esvaziou, assumiu a forma de um servo e foi feito como homem, e inventado como um homem em sua aparência externa, ele se humilhou e tornou-se obediente até a morte, até morte na cruz. É por isso que Deus o exaltou acima de todas as multidões e lhe deu um nome que está acima de todos os nomes, para que em nome de Jesus todos os joelhos daqueles que estão no céu e na terra e debaixo da terra se curvem e todas as línguas possam confessar que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus »(Filipenses. 2,5-11).

Eu gostaria de levantar duas coisas com estes versos:

1. O que Paulo diz sobre a natureza de Jesus.
2. Por que ele diz isso.

Tendo determinado por que ele testificou sobre a natureza de Jesus, também temos nossa decisão para o próximo ano. No entanto, o significado dos versos 6-7 poderia ser facilmente interpretado como significando que Jesus havia desistido de sua divindade no todo ou em parte de alguma forma. Mas Paulo não disse isso. Vamos analisar esses versículos e ver o que ele realmente diz.

Ele estava na forma de Deus

Pergunta: O que ele quer dizer com a figura de Deus?

Versos 6-7 são os únicos versos no NT que contêm a palavra grega que Paulo
"Gestalt" é usado, mas o grego AT contém a palavra quatro vezes.
Richter 8,18 «E disse a Zebach e Zalmunna: Como estavam os homens que matastes em Tabor? Eles disseram: Eles eram como você, cada um tão bonito quanto as crianças reais. "
 
Trabalho 4,16 "Ele estava lá e eu não reconheci sua aparência, uma figura estava diante dos meus olhos, ouvi uma voz sussurrando:"
Isaías 44,13 “O entalhador estica o traço, ele traça com a caneta, trabalha com facas de trinchar e traça com um compasso; e ele faz parecer um homem, como a beleza de uma pessoa, que deveria morar em uma casa. "

Daniel 3,19 «Então Nabucodonosor ficou cheio de raiva e a aparência de seu rosto mudou de Sadrach, Mezach e Abednego. Ele deu ordem para que o fogão fosse sete vezes mais quente do que o normal. "
Paulo significa [o termo forma] que significa glória e majestade de Cristo. Ele possuía glória e majestade e todas as insígnias da divindade.

Ser igual a Deus

O melhor uso comparável de igualdade é encontrado em John. Joh. 5,18 "Por isso os judeus tentaram ainda mais matá-lo, porque ele não só violava o sábado, mas também chamava Deus de seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus."

Paulo pensava assim em um Cristo que era essencialmente igual a Deus. Em outras palavras, Paulo disse que Jesus tinha a plena majestade de Deus e estava em sua natureza, Deus. Em um nível humano, isso seria o equivalente a dizer que alguém tinha a aparência de um membro da família real e era realmente um membro da família real.

Conhecemos todos que se comportam como um membro da família real, mas não o são, e lemos sobre certos membros de famílias reais que não se comportam como um membro da família real. Jesus tinha "a aparência" e a natureza da divindade.

sustentou como um assalto

Em outras palavras, algo que você pode usar para seu próprio benefício. É muito fácil para pessoas privilegiadas usarem seu status para benefícios pessoais. Eles são tratados preferencialmente. Paulo diz que, embora fosse Deus em forma e em essência, Jesus, como ser humano, não se aproveitou desse fato. Os versos 7-8 mostram que sua atitude era diametralmente oposta.

Jesus se desembaraçou

O que ele estava perdendo? A resposta é: nada. Ele era completamente Deus. Deus não pode deixar de ser Deus, nem por um tempo. Ele não desistiu de nada dos atributos ou poderes divinos que possuía. Ele realizou milagres. Ele podia ler pensamentos. Ele usou seu poder. E na Transfiguração ele mostrou sua glória.

O que Paulo quis dizer aqui pode ser visto em outro versículo em que ele usa a mesma palavra para "proferido".
1. Cor. 9,15 «Mas eu não fiz uso deles [destes direitos]; Eu não escrevi isso para mantê-lo assim comigo. Eu preferia morrer a ter alguém arruinando minha fama! "

“Ele abriu mão de todas as suas prerrogativas” (GN1997), “não insistiu nas suas prerrogativas. Não, ele renunciou »(Hope for All-Translator). Como humano, Jesus não usou sua natureza ou poderes divinos para seu próprio benefício. Ele os usou para pregar o evangelho, para treinar os discípulos, etc. - mas nunca para tornar sua vida mais fácil. Em outras palavras, ele não estava usando sua força para ganho próprio.

  • O pesado teste no deserto.
  • Quando ele não chamou fogo do céu para destruir cidades hostis.
  • A crucificação. (Ele disse que poderia ter convocado exércitos de anjos em sua defesa.)

Ele desistiu voluntariamente de todos os benefícios que ele poderia ter desfrutado como Deus para participar plenamente de nossa humanidade. Vamos ler novamente os versos 5-8 e ver quão claro é esse ponto agora.

Philip. 2,5-8 «Pois esta disposição esteja em vós, que também estava em Cristo Jesus, 6 o qual, estando em forma de Deus, não se apegou a ser igual a Deus como um roubo; 7 mas ele se esvaziou, assumiu a forma de servo e foi feito como homem, e em sua aparência exterior ele foi inventado como um homem, 8 ele se humilhou e foi obediente até a morte, até a morte na cruz. "

Em seguida, Paulo conclui com a observação de que Deus finalmente exaltou a Cristo acima de todos os seres humanos. Philip. 2,9
«Por isso Deus o exaltou acima de todas as massas e lhe deu um nome que está acima de todos os nomes. Para que em nome de Jesus todos os joelhos dos que estão no céu e na terra e abaixo da terra e todas as línguas confessem que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai. »

Então, existem três níveis:

  • Os direitos e privilégios de Cristo como Deus.

  • Sua escolha de não exercer esses direitos, mas sim de ser um servo.

  • Seu maior aumento como resultado desse estilo de vida.

Privilégio - Serviço - Aumento

Agora, a grande questão é por que esses versículos estão em Filipenses? Primeiro, precisamos lembrar que Filipenses é uma carta escrita para uma igreja especial em um momento especial por razões específicas. Portanto, o que Paulo disse em 2,5-11 diz que tem a ver com o propósito de toda a carta.

Objetivo da carta

Em primeiro lugar, devemos lembrar que quando Paulo visitou pela primeira vez Filipos e começou a Igreja lá, ele foi preso (Atos 1 de dezembro6,11-40). No entanto, seu relacionamento com a Igreja foi muito caloroso desde o início. Filipenses 1,3-5 "Agradeço ao meu Deus sempre que penso em vocês, 4 sempre intercedendo com alegria em cada uma das minhas orações por todos vocês 5 por causa de sua comunhão no Evangelho desde o primeiro dia até agora."

Ele está escrevendo esta carta da prisão em Roma. Filipenses 1,7 “É justo pensar assim de todos vocês, porque os carrego no meu coração, todos vocês que compartilham da graça comigo tanto nas minhas correntes como na defesa e afirmação do Evangelho”.
 
Mas ele não está deprimido nem desapontado, mas sim feliz.
Phil. 2,1718 “Mas, mesmo que seja derramado como uma libação sobre o sacrifício e o serviço sacerdotal da vossa fé, fico feliz e me regozijo com todos vós; 18 da mesma forma você também deveria estar contente e regozijar-se comigo! "

Mesmo enquanto ele escrevia esta carta, eles continuaram a ser muito zelosos em seu apoio. Philip. 4,15-18 «E vocês, filipenses, também sabem que no início [da proclamação] do Evangelho, quando eu partia da Macedônia, nenhuma igreja compartilhava comigo as contas de receitas e despesas, mas só vocês; 16 Sim, uma vez e duas, até mesmo em Tessalônica, você me enviou algo para atender às minhas necessidades. 17 Não que eu peça dádivas, mas peço que os frutos sejam abundantes por sua conta. 18 Tenho tudo e em abundância; Tenho sido totalmente cuidado desde que recebi o seu presente de Epafrodito, um sacrifício agradável, agradável a Deus. "

Assim, o tom da carta implica relações próximas, uma forte comunidade cristã de amor e uma disposição para servir e sofrer pelo Evangelho. Mas também há sinais de que nem tudo é como deveria ser.
Phil. 1,27 "Apenas leve sua vida digna do evangelho de Cristo, de forma que, quer eu venha e veja você ou esteja ausente, eu ouço de você que você permanece firme em um espírito e luta uns com os outros pela fé no evangelho."
"Leve sua vida" - grego. Educar significa cumprir suas obrigações como cidadão da comunidade.

Paulo está preocupado, porque ele vê que em Filipenses uma vez que atitudes tão óbvias de comunidade e amor têm algumas tensões. O desacordo interno ameaça o amor, a unidade e a comunidade da comunidade.
Filipenses 2,14 "Faça tudo sem resmungar ou hesitar."

Philip. 4,2-3 «Exorto Evódia e exorto Síntique a ter uma só opinião no Senhor.
3 E também peço a você, meu fiel servo, que cuide dos que lutaram comigo por isso, juntamente com Clemens e meus outros funcionários, cujos nomes estão no Livro da Vida.

Em suma, a comunidade de crentes teve problemas quando alguns se tornaram egoístas e arrogantes.
Philip. 2,1-4 «Se agora existe uma admoestação em Cristo, existe encorajamento do amor, existe comunhão do espírito, existe calor e misericórdia, 2 então a minha alegria torna-se completamente por ser uma só mente, ter o mesmo amor, por unanimidade e estão atentos a uma coisa. 3 Não façam nada por egoísmo ou vã ambição, mas humildemente respeitem uns aos outros mais do que a si mesmo.

Nós vemos os seguintes problemas aqui:
1. Existem confrontos.
2. Existem lutas pelo poder.
3. Você é ambicioso.
4. Eles são convencidos por insistir em seus próprios caminhos.
5. Isso mostra uma autoavaliação exageradamente alta.
 
Eles estão preocupados principalmente com seus próprios interesses.

É fácil cair em todas essas configurações. Eu os vi em mim e em outros ao longo dos anos. Também é tão fácil cegar a si mesmo que essas atitudes são erradas para um cristão. Os versos 5-11 basicamente olham para o exemplo de Jesus, para deixar o ar sair de toda arrogância e todo egoísmo que pode tão facilmente nos atacar.

Paulo diz: Você acha que é melhor que os outros e merece respeito e honra da igreja? Considere como o grande e poderoso Cristo realmente era. Paulo diz: Você não quer se submeter aos outros, você não quer servir sem reconhecimento, você está aborrecido porque os outros o vêem como dado? Considere o que Cristo estava disposto a fazer sem.

"No excelente livro de William Hendrick Exit Interviews [entrevistas na saída] ele relata
sobre um estudo que ele fez sobre aqueles que deixaram a igreja. Muitas pessoas de "crescimento da igreja" estão na porta da frente da igreja e perguntam às pessoas por que elas vieram. Dessa forma, você queria tentar atender à "necessidade percebida" das pessoas que queria alcançar. Mas poucos, se houver, estão de pé na porta dos fundos para perguntar por que estão saindo. Foi o que Hendricks fez e vale a pena ler os resultados de seu estudo.

Ao ler os comentários daqueles que partiram, fiquei surpreso (junto com alguns comentários um tanto perspicazes e dolorosos de algumas pessoas atenciosas que partiram) com o que algumas pessoas esperavam da Igreja. Eles queriam todos os tipos de coisas que não são essenciais para a igreja; como ser admirado, receber 'abraços' e esperar que os outros atendam a todas as suas necessidades sem nenhuma obrigação própria de atender às necessidades dos outros ”(The Plain Truth, janeiro 2000, 23).

Paulo aponta os filipenses para Cristo. Ele insta-os a viver suas vidas dentro da comunidade cristã como Cristo fez. Se eles vivessem assim, Deus os glorificaria como eles fizeram com Cristo.

Philip. 2,5-11
"Porque este espírito está em você, que também estava em Cristo Jesus, 6 que quando estava na forma de Deus, não se apegou como presa para ser como Deus; 7 mas ele se pronunciou, assumiu a forma de servo e foi feito igual ao homem; e em sua aparência exterior como homem 8, humilhou-se e tornou-se obediente à morte, até a morte na cruz. 9 Foi por isso que Deus o exaltou acima de todas as massas e deu-lhe um nome que está acima de todos os nomes, 10 para que, em nome de Jesus, todos os joelhos dos que estão no céu e na terra e abaixo da terra se curvem, 11 e todas as línguas confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai. »

Paulo afirma que cumprir sua obrigação pessoal como cidadão do reino celestial é se expressar como Jesus e aceitar o papel de servo. Deve-se dar a si mesmo não apenas para receber a graça, mas também para sofrer (1,57.29-30). Philip. 1,29 "Pois, no que diz respeito a Cristo, você recebeu a graça não só de crer nele, mas também de sofrer por ele."
 
Deve-se estar disposto a servir aos outros (2,17) Para ser "derramado" - ter uma atitude e um estilo de vida diferente dos valores do mundo (3,18-19). Philip. 2,17 "Mas mesmo que eu seja derramado como uma libação sobre o sacrifício e o serviço sacerdotal de sua fé, estou feliz e me alegro com todos vocês."
Philip. 3,18-19 “Porque muitos caminham, como já vos disse muitas vezes, mas agora também dizem choro, como inimigos da cruz de Cristo; 19 Seu fim é a destruição, seu Deus é o ventre, eles se gabam de sua vergonha e suas mentes estão voltadas para o terreno ”.

Você precisa mostrar verdadeira humildade para entender que estar "em Cristo" significa ser um servo porque Cristo veio ao mundo não como um Senhor, mas como um servo.A união vem quando servimos a Deus através do serviço uns aos outros .

Existe o risco de se preocupar egoisticamente com os próprios interesses às custas dos outros, bem como desenvolver uma arrogância resultante do orgulho no status, talentos ou conquistas de alguém.

A solução para os problemas nos relacionamentos interpessoais está em uma atitude de humilde envolvimento com os outros. Um espírito de auto-sacrifício é uma expressão do amor por outro amor explicado em Cristo, que era "obediente à morte, sim à morte"!

Os verdadeiros servos abandonam a si mesmos, Paulo usa Cristo para explicar isso. Ele tinha todo o direito de não escolher o caminho de um servo, mas podia reivindicar seu status legítimo.

Paulo nos diz que não há lugar para uma religião de bem-estar que não pratique seriamente seu papel de servo. Também não há espaço para a piedade que não emane nem mesmo derramando completamente pelos interesses dos outros.

conclusão

Vivemos em uma sociedade dominada pelo egoísmo, imbuída da filosofia “eu primeiro” e moldada pelos ideais corporativos de eficiência e sucesso. Mas esses não são os valores da igreja definidos por Cristo e Paulo. O corpo de Cristo deve novamente ter como objetivo a humildade, unidade e comunhão cristãs. Devemos servir aos outros e ver como nossa principal responsabilidade aperfeiçoar o amor por meio da ação. Uma atitude para com Cristo, como a humildade, não exige direitos ou proteção dos próprios interesses, mas está sempre pronta para servir.

por Joseph Tkach