Romanos 10,1-15: Boas Notícias para Todos

437 boa notícia para todos Paulo escreve na Carta aos Romanos: "Queridos irmãos e irmãs, o que desejo sinceramente aos israelitas e pedir a Deus por eles é que sejam salvos" (Romanos 10,1).

Mas havia um problema: «Porque não falta zelo pela causa de Deus; Eu posso atestar isso. O que falta é o conhecimento certo. Eles não reconheceram o que é a justiça de Deus e estão tentando sobreviver diante de Deus através de sua própria justiça. Eles estão se rebelando contra a justiça de Deus, em vez de se submeterem a ela » (Romanos 10,2-3 Nova tradução de Genebra).

Os israelitas que Paulo sabia que queriam suas próprias obras (mantendo a lei) justos diante de Deus.

«Porque com Cristo o objetivo do que é a lei é alcançado: todo aquele que nele crê é declarado justo. O caminho para a justiça é o mesmo para judeus e não judeus » (Romanos 10,4). Você não pode alcançar a justiça de Deus melhorando a si mesmo. Deus te dá justiça.

Todos nós vivíamos sob leis às vezes. Quando eu era menino, vivia sob as leis da minha mãe. Uma de suas regras foi, depois de brincar no quintal, tirar meus sapatos antes de entrar no apartamento. Eu tive que limpar os sapatos muito sujos com água na varanda.

Jesus limpa a sujeira

Deus não é diferente. Ele não quer que a imundícia de nossos pecados seja espalhada por toda a casa dele. O problema é que não temos como nos limpar e não podemos entrar até estarmos limpos. Deus deixa apenas aqueles que são santos, sem pecado e puros em sua morada. Ninguém pode alcançar essa pureza por si mesmo.

É por isso que Jesus teve que sair de sua casa para nos purificar. Só ele poderia nos limpar. Se você está ocupado se livrando de sua própria imundície, você pode se limpar até o último dia, não será suficiente entrar na casa. No entanto, se você acredita no que Jesus diz porque ele já o fez limpo, você pode entrar na casa de Deus e sentar-se à sua mesa para comer.

Os versos 5-15 em Romanos 10 tratam do seguinte fato: É impossível conhecer a Deus até que o pecado seja eliminado. O conhecimento de Deus não pode remover nosso pecado.

Para apoiar esse ponto em Romanos 10,5: 8-5, Paulo cita Deuteronômio 30,11: 12: «Não diga em seu coração: Quem quer subir ao céu? - como se você quisesse trazer Cristo de lá ». Dizem que, como seres humanos, podemos buscar e encontrar Deus. O fato é que Deus vem até nós e nos encontra.

A eterna Palavra de Deus veio a nós como Deus e homem, o Filho de Deus, Jesus Cristo de carne e osso. Não conseguimos encontrá-lo no céu. Ele decidiu em sua liberdade divina descer até nós. Jesus nos salvou, lavando a imundícia do pecado e abrindo o caminho para entrarmos na casa de Deus.

Isso levanta a questão: você acredita no que Deus diz? Você acha que Jesus encontrou você e lavou sua sujeira para que você possa agora entrar em sua casa? Se você não acredita nisso, você está fora da casa de Deus e não pode entrar.

Paulo fala em Romanos 10,9: 13–XNUMX. Tradução nova da Bíblia em Genebra: “Se você confessar com a boca que Jesus é o Senhor e acreditar com o coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, você será salvo. Porque você é declarado justo se crer com o seu coração; alguém é salvo se confessar "fé" com a boca. É por isso que a Escritura diz: "Todo aquele que confia nele será salvo da destruição" (Isaías 28,16). Não faz diferença se alguém é judeu ou não judeu: todo mundo tem o mesmo cavalheiro, e ele permite que todos compartilhem sua riqueza que o invoca "em oração". "Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo" (Joel 3,5).

Esta é a realidade: Deus redimiu sua criação através de Jesus Cristo. Ele lavou nossos pecados e nos fez limpar através de seu sacrifício, sem nossa ajuda e pedido. Se acreditarmos em Jesus e confessarmos que ele é o Senhor, já estamos vivendo nesta realidade.

Exemplo de escravidão

No 1. Janeiro 1863 assinou a proclamação da emancipação ao presidente Abraham Lincoln. Esta ordem executiva disse que todos os escravos em todos os estados na revolta contra o governo dos EUA estão livres agora. A notícia dessa liberdade chegou aos escravos de Galveston, no Texas, apenas no 19. Junho 1865. Por dois anos e meio, esses escravos não sabiam de sua liberdade e não vivenciavam a realidade até que soldados do Exército dos EUA contassem a eles.

Jesus é nosso salvador

Nossa confissão não nos salva, mas Jesus é nosso salvador. Não podemos obrigar Deus a fazer algo por nós. Nossas boas obras não podem nos tornar sem pecado. Não importa que tipo de atividade seja. Seja sobre obedecer a uma regra - como manter um dia santo ou evitar o álcool - ou se é o trabalho de dizer "eu acredito". Paulo diz inequivocamente: "Novamente: você é salvo pela graça de Deus, e isso é por causa de sua fé. Você não deve sua salvação a si mesmo; não, é dom de Deus » (Efésios 2,8). Até a fé é um presente de Deus!

Deus não espera uma confissão

Isso ajuda a entender a diferença entre um contrato e uma confissão. Um contrato é um acordo legal em que uma troca ocorre. Cada parte é obrigada a negociar algo por outra coisa. Se tivermos um contrato com Deus, nosso compromisso com Jesus nos salvará. Mas nós não podemos cometer Deus para agir em nosso nome. A graça é Cristo, que decide em sua liberdade divina descer até nós.

Em um tribunal aberto, uma pessoa confessa que o fato existe. Um criminoso poderia dizer: «Admito que roubei as mercadorias. Ele aceitou a realidade em sua vida. Da mesma forma, um seguidor de Jesus diz: «Admito que tenho que ser salvo ou Jesus me salvou.

Chamado para a liberdade

Que escravos 1865 precisava no Texas não era um contrato para comprar sua liberdade. Eles precisavam saber e confessar que já estavam livres. Sua liberdade já estava estabelecida. O Presidente Lincoln conseguiu libertá-la e ele a liberou por ordem. Deus tinha o direito de nos salvar e nos salvou através da vida de seu filho. O que os escravos precisavam no Texas era ouvir sua liberdade de acreditar que era verdade e viver de acordo com isso. Os escravos precisam de alguém para vir e dizer-lhes que estão livres.

Esta é a mensagem de Paulo em Romanos 10:14. Tradução nova em Genebra: «Mas é assim: você só pode chamar o Senhor se acreditar nele. Você só pode acreditar nele se você já ouviu falar dele. Você só pode ouvir dele se alguém estiver lá para proclamar a mensagem dele ».

Você pode imaginar como era para esses escravos cortar algodão no calor de 40 graus do Texas naquele dia de junho e ouvir as boas novas de sua liberdade? Eles tiveram o melhor dia de suas vidas! Em Romanos 10,15, Paulo cita Isaías: "Quão bonitos são os pés daqueles que trazem boas novas" (Isaías 52,7).

Qual é o nosso papel?

Qual é o nosso papel no plano de salvação de Deus? Somos seus mensageiros de alegria e transmitimos as boas novas de liberdade a pessoas que nunca ouviram falar de sua liberdade. Não podemos salvar uma única pessoa. Nós somos os mensageiros, os âncoras das boas novas e trazemos as boas novas: «Jesus realizou tudo, você é livre»!

Os israelitas que Paulo conhecia ouviram as boas novas. Eles não acreditaram nas palavras que Paulo lhes trouxe. Você acredita na libertação de sua escravidão e vive na nova liberdade?

por Jonathan Stepp


pdfRomanos 10,1-15: Boas Notícias para Todos