Advento: Jesus ontem, hoje e para sempre

171 jesus ontem hoje eternidade Às vezes, vamos ao Natal celebrando a Encarnação do Filho de Deus com tanto entusiasmo que deixamos o Advento ficar em segundo plano, a hora em que o ano da igreja cristã começa. Os quatro domingos do advento começam neste ano em 29 de novembro e inauguram o Natal, a festa do nascimento de Jesus Cristo. O termo "Advento" é derivado do latim adventus e significa algo como "vinda" ou "chegada". A "vinda" de Jesus é celebrada três vezes no Advento (normalmente em ordem inversa): o futuro (Retorno de Jesus), o presente (no Espírito Santo) e o passado (Encarnação de Jesus / Nascimento).

Entendemos o significado do Advento ainda melhor quando consideramos como essas três vezes a vinda está relacionada. O autor da carta aos hebreus coloca desta maneira: "Jesus Cristo ontem e hoje e o mesmo para sempre" (Hebreus 13,8). Jesus veio como homem feito carne (ontem), ele atualmente vive em nós através do Espírito Santo (hoje) e retornará como rei dos reis e senhores de todos os senhores (para sempre). Outra maneira de ver isso é com relação ao Reino de Deus. A Encarnação de Jesus trouxe o Reino de Deus ao homem (ontem); ele mesmo convida os fiéis a entrar e participar desse reino (hoje); e quando ele voltar, ele revelará o Reino de Deus existente para toda a humanidade (para sempre).

Jesus usou várias parábolas para explicar o reino que estava prestes a estabelecer: a parábola da semente que cresce invisível e silenciosamente (Marcos 4,26-29), que vem da semente de mostarda, que emerge de uma semente pequena e cresce em um arbusto grande (Marcos 4,30-32), bem como o fermento que levedou toda a massa (Mateus 13,33). Essas parábolas mostram que o reino de Deus foi trazido à terra com a encarnação de Jesus e ainda continua real e verdadeiramente hoje. Jesus também disse: "Mas se eu expulsar os maus espíritos pelo Espírito de Deus [o que ele fez], então o reino de Deus veio a você" (Mateus 12,28; Lucas 11,20). O Reino de Deus está presente, ele disse, e a evidência disso está documentada em seu exorcismo demoníaco e em outras boas obras da Igreja.

O poder de Deus é continuamente revelado pelos crentes que vivem na realidade do reino de Deus. Jesus Cristo é a cabeça da igreja, foi ontem, é hoje e será para sempre. Assim como o reino de Deus estava presente na obra espiritual de Jesus, agora está presente na obra espiritual de sua igreja (embora ainda não esteja perfeito). Jesus, o rei, está entre nós; Seu poder espiritual habita em nós, mesmo que seu império ainda não seja totalmente eficaz. Martinho Lutero fez a comparação de que Jesus havia amarrado Satanás, embora em uma longa cadeia: «[...] ele [Satanás] não pode fazer mais do que um cachorro mal em uma corrente; ele pode latir, correr para frente e para trás, se prender na corrente.

O reino de Deus em toda a sua perfeição se tornará realidade - esse é o "eterno" que esperamos. Sabemos que não podemos mudar o mundo inteiro aqui e agora, por mais que tentemos refletir Jesus com nosso modo de vida. Somente Jesus sozinho pode fazer isso, e ele o fará com glória em seu retorno. Se o Reino de Deus já é uma realidade hoje, só se tornará realidade em sua perfeita perfeição no futuro. Se ainda estiver amplamente oculto hoje, será totalmente revelado quando Jesus voltar.

Paulo frequentemente falava do Reino de Deus em seu sentido futuro. Ele alertou sobre tudo o que poderia nos impedir de "herdar o reino de Deus" (1 Coríntios 6,9-10 e 15,50; Gálatas 5,21; Efésios 5,5). Como pode ser visto com freqüência por sua escolha de palavras, ele acreditava constantemente que o reino de Deus seria realizado no fim do mundo (1 Ts 2,12; 2 Ts 1,5; Colossenses 4,11; 2 Timóteo 4,2 e 18). Mas ele também sabia que onde quer que Jesus estivesse, seu reino já estava lá, mesmo "neste mundo presente e maligno", como ele o chamava. Como Jesus vive em nós aqui e agora, o reino de Deus já está presente e, de acordo com Paulo, já temos direitos civis no reino dos céus. (Filipenses 3,20).

O advento também é mencionado em termos de nossa salvação, à qual o Novo Testamento se refere em três tempos: passado, presente e futuro. Nossa salvação que já ocorreu representa o passado. Foi criado por Jesus quando ele veio pela primeira vez - através de sua vida, morte, ressurreição e ascensão. Estamos experimentando o presente agora que Jesus vive em nós e nos desafia, em sua obra no Reino de Deus Para participar. O futuro representa a completa realização da salvação que virá para nós quando Jesus voltar para todos verem e Deus estiver em todos.

É interessante notar que a Bíblia enfatiza a aparência visível de Jesus em sua primeira e vindoura vinda. Entre o "ontem" e o "eterno", a vinda atual de Jesus é invisível na medida em que o vemos andando por aí, não como os que viveram no primeiro século. Mas desde que agora somos embaixadores em Cristo (2 Coríntios 5,20), somos chamados a defender a realidade de Cristo e seu reino. Embora Jesus não seja visível, sabemos que ele está conosco e nunca nos deixará ou nos decepcionará. Nossos semelhantes podem reconhecê-lo em nós. Somos solicitados a fragmentar a glória do reino, dando espaço ao fruto do Espírito Santo para nos penetrar e mantendo o novo mandamento de Jesus de amar um ao outro (João 13,34: 35).

Se entendermos que o foco do advento é que Jesus é ontem, hoje e sempre, estaremos mais aptos a entender o motivo tradicional de quatro velas que precede o tempo da chegada do Senhor: esperança, Paz, alegria e amor. Como o Messias dos profetas falou, Jesus é a verdadeira personificação da esperança que deu força ao povo de Deus. Ele não veio como um guerreiro ou rei submisso, mas como um príncipe da paz para mostrar que o plano de Deus é trazer a paz. O motivo da alegria indica a alegre expectativa do nascimento e do retorno de nosso Salvador. É o amor que Deus tem tudo a ver. Quem é amor nos amou ontem (antes da fundação do mundo) e continua a fazê-lo, (individualmente e de uma maneira familiar) hoje e sempre.

Eu oro para que a estação do Advento seja preenchida com a esperança, paz e alegria de Jesus e que você seja lembrado pelo Espírito Santo, dia após dia, o quanto Ele te ama.

Confiando em Jesus ontem, hoje e para sempre

Joseph Tkach

Präsident
GRACE COMMUNION INTERNATIONAL


pdfAdvento: Jesus ontem, hoje e para sempre