Existe um castigo eterno?

235 é punição eterna Você já teve motivo para punir um garoto desobediente? Você já declarou que a punição nunca terminaria? Eu tenho algumas perguntas para todos nós que temos filhos. Aí vem a primeira pergunta: Seu filho foi desobediente a você? Bem, tire um tempo para pensar se não tiver certeza. Ok, se você respondeu sim, como todos os outros pais, chegamos à segunda questão: você já puniu seu filho por desobediência? Vamos para a última pergunta: quanto tempo durou a punição? Mais especificamente, você afirmou que a punição continuaria? Isso parece loucura, certo?

Nós, que somos pais fracos e imperfeitos, perdoamos nossos filhos se eles nos desobedecerem. Podemos puni-lo mesmo se acharmos apropriado em uma situação, mas me pergunto quantos de nós considerariam certo, se não louco, puni-la pelo resto de sua vida.

Mas alguns cristãos querem nos fazer crer que Deus, nosso Pai Celestial, que não é fraco nem imperfeito, pune as pessoas para todo o sempre, mesmo aquelas que nunca ouviram falar do evangelho. E fala de Deus, ele é cheio de graça e misericórdia.

Vamos pensar um pouco sobre isso, pois há uma grande lacuna entre o que aprendemos de Jesus e o que alguns cristãos acreditam sobre a condenação eterna. Um exemplo: Jesus nos manda amar nossos inimigos e até fazer o bem àqueles que nos odeiam e perseguem. Mas alguns cristãos acreditam que Deus não apenas odeia seus inimigos, mas literalmente os torra, impiedosamente e implacavelmente, por toda a eternidade.

Por outro lado, Jesus orou pelos soldados dizendo: "Pai, perdoe-os, eles não sabem o que estão fazendo". Mas alguns cristãos ensinam que Deus perdoa apenas os poucos que, antes da criação do mundo, predeterminavam que seriam perdoados. Bem, se isso fosse verdade, a oração de Jesus não deveria ter feito uma diferença tão grande, certo?

Tanto quanto nós humanos amamos nossos filhos, quanto mais eles são amados por Deus? Esta é uma pergunta retórica - Deus a ama infinitamente mais do que jamais poderíamos.

Jesus diz: "Onde há um pai entre vocês que, quando pedir um peixe, oferecerá a seu filho uma cobra pelos peixes? ... Se você, que é mau, pode dar bons presentes a seus filhos, quanto mais o Pai dará ao Espírito Santo àqueles que lhe pedirem! » (Lucas 11,11-13).

A verdade é exatamente como Paulo nos escreve: «Deus realmente ama o mundo. Porque assim Deus amou o mundo que deu ao seu filho unigênito, para que todos os que nele crêem não se percam, mas tenham a vida eterna. Porque Deus não enviou seu filho ao mundo para julgar o mundo, mas para salvar o mundo através dele » (João 3,16: 17).

Você sabe que a salvação deste mundo é um mundo que Deus ama tanto que Ele enviou Seu Filho para salvá-los - depende de Deus e somente em Deus. Se a salvação dependesse de nós e nosso sucesso em levar o evangelho às pessoas, então realmente haveria um grande problema. Não depende de nós. Depende de Deus, e Deus enviou Jesus para fazer a tarefa e Jesus fez o trabalho.

Somos abençoados por podermos participar na divulgação do evangelho. A salvação real das pessoas que amamos e cuidamos, e as pessoas que nem conhecemos, e as pessoas que, como nos parece, nunca ouviram o evangelho. Em suma, a salvação de cada um é motivo de preocupação para Deus, e Deus está indo muito bem. É por isso que colocamos nossa confiança nele e somente nele somente!

por Joseph Tkach


pdfExiste um castigo eterno?