Meus olhos viram sua salvação

370 meus olhos viram queO lema da parada de rua de hoje em Zurique é: "Dança pela liberdade". No site da atividade lemos: «The Street Parade é uma demonstração de dança pelo amor, pela paz, pela liberdade e pela tolerância. Com o lema do Desfile de Rua “Dança pela Liberdade”, os organizadores colocaram a liberdade em primeiro lugar ”.

O desejo de amor, paz e liberdade sempre foi uma preocupação da humanidade. Infelizmente, vivemos em um mundo que é exatamente o oposto: ódio, guerra, prisão e intolerância. Os organizadores do desfile de rua Liberdade no centro. O que eles não reconheceram? Qual é o ponto contra o qual você está aparentemente cego? A verdadeira liberdade requer Jesus e é Jesus quem deve ser o centro das atenções! Então há amor, paz, liberdade e tolerância. Então você pode celebrar e dançar! Infelizmente, essa percepção maravilhosa ainda não é acessível a muitos hoje.

“Mas se o nosso evangelho está oculto, é escondido dos que perecem, os incrédulos, dos quais o Deus deste mundo cegou suas mentes para que não vejam o brilho do Evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. Porque não pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor, mas a nós mesmos como seus escravos por amor de Jesus. Para Deus, que disse: A luz brilhará das trevas! ele que brilhou em nossos corações pelo brilho da luz do conhecimento da glória de Deus na face de Jesus Cristo »(2 Coríntios 4,3-6).

Jesus é uma luz que os incrédulos não podem ver.

Simeão era uma pessoa justa e piedosa em Jerusalém e o Espírito Santo estava sobre ele (Lucas 2,25) Ele havia prometido ver o ungido do Senhor antes de morrer. Quando os pais trouxeram o menino Jesus ao templo e ele o tomou nos braços, ele louvou a Deus e disse:

«Pois bem, Senhor, segundo a tua palavra, liberte em paz o seu servo; porque os meus olhos viram a tua salvação, que preparaste na face de todas as nações: luz para revelação para as nações e para glória do teu povo Israel ”(Lucas 2,29-32).

Jesus Cristo veio como uma luz para iluminar este mundo.

«A luz brilhará das trevas! ele que brilhou em nossos corações pelo brilho da luz do conhecimento da glória de Deus na face de Jesus Cristo »(2 Coríntios 4,6).

A visão de Jesus Cristo foi para Simeão uma experiência de vida, o ponto principal antes que ele pudesse dizer adeus a esta vida. Irmãos, nossos olhos também reconheceram a salvação de Deus em toda a sua glória? É importante nunca esquecer o quanto Deus nos abençoou abrindo nossos olhos para a salvação:

«Ninguém pode vir a mim se o pai que me enviou não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia. Está escrito nos profetas: "E todos eles serão ensinados por Deus." Todo aquele que ouviu e aprendeu do Pai vem a mim. Não que alguém tenha visto o Pai, exceto aquele que é de Deus, ele viu o Pai. Em verdade, em verdade, eu digo a você, todo aquele que crê tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. Seus pais comeram o maná no deserto e morreram. isto é o pão que desce do céu para ser comido e não para morrer. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer este pão, viverá para sempre. Mas o pão que darei é a minha carne para a vida do mundo ”(João 6,44-51).

Jesus Cristo é o pão vivo, a salvação de Deus. Lembramos o tempo em que Deus abriu nossos olhos para esse conhecimento? Paulo nunca esquecerá o momento de sua iluminação, nós lemos sobre isso quando ele estava a caminho de Damasco:

“Mas quando ele foi lá, aconteceu que ele se aproximou de Damasco. E de repente uma luz do céu brilhou ao seu redor; e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que você está me perseguindo? Mas ele disse: Quem és, Senhor? Mas ele : Eu sou Jesus a quem você persegue. Mas levante-se e vá para a cidade e lhe dirão o que fazer! Mas os homens que estavam a caminho com ele ficaram sem palavras, porque ouviram a voz, mas não viram ninguém. Mas Saul se levantou da terra. Mas quando seus olhos se abriram, ele não viu nada. E eles o conduziram pela mão e o conduziram a Damasco. E ficou três dias sem enxergar e não comeu nem bebeu »(Atos dos Apóstolos 9,3-9).

A revelação da salvação foi tão deslumbrante para Paulo que ele não podia ver por dias 3!

Quanto sua luz nos atingiu e quanto nossa vida mudou depois que nossos olhos perceberam sua salvação? Foi um verdadeiro novo nascimento para nós e para nós mesmos? Vamos ouvir a conversa com Nicodemos:

«Mas havia um fariseu chamado Nicodemos, governante dos judeus. Ele veio ter com ele à noite e disse-lhe: Rabino, sabemos que você é um mestre que veio de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que você está fazendo, a menos que Deus esteja com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Em verdade, em verdade te digo: se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Nicodemos disse-lhe: Como pode uma pessoa nascer quando é velha? Ele pode entrar no ventre de sua mãe uma segunda vez e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade vos digo: se alguém não nasceu da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. [João 3,6] O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não se surpreenda que eu disse a você: {Você} deve nascer de novo ”(João 3: 1-7).

O homem precisa de um novo "nascimento" para reconhecer o reino de Deus. Os olhos humanos são cegos para a salvação de Deus. No entanto, os organizadores do Street Parade, em Zurique, não estão cientes da cegueira espiritual geral. Eles estabeleceram uma meta espiritual que não pode ser alcançada sem Jesus. O homem não pode encontrar a glória de Deus por conta própria ou reconhecê-la em sua totalidade. É Deus que se revela para nós:

«{Você} não me escolheu, mas {eu} escolhi você e você Dize-se que vá e dê fruto, e o seu fruto permaneça, para que tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome ele vos dê »(João 15,16).

Irmãos, temos o grande privilégio que nossos olhos viram a salvação de Deus: "Jesus Cristo, nosso Redentor ".

Esta é a experiência mais importante que podemos ter em toda a nossa vida. Não havia outros objetivos na vida para Simeão depois que ele viu o Salvador. Seu objetivo na vida foi alcançado. O reconhecimento da salvação de Deus também tem o mesmo valor para nós? Hoje, gostaria de encorajar a todos nós a nunca tirar os olhos da salvação de Deus e sempre manter nosso olhar (espiritual) em Jesus Cristo.

“Se você já foi ressuscitado com o Cristo, veja o que está acima, onde o Cristo está sentado à direita de Deus! Pense no que está acima, não no que está na terra! Pois você morreu e sua vida está escondida com o Cristo em Deus. Quando o Cristo sua vida for revelado, você também será revelado com ele na glória »(Colossenses 3,1-4).

Paulo nos exorta a não nos concentrarmos no que está na terra, mas em Cristo. Nada nesta terra deve nos distrair da salvação de Deus. Tudo que é bom para nós vem de cima e não desta terra:

«Não se enganem, meus amados irmãos! Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto, do Pai das Luzes, em quem não há mudança nem mudança de sombra »(Tiago 1,16-17).

Nossos olhos reconheceram a salvação de Deus e não devemos mais tirar nossos olhos desta salvação, para manter nossos olhos na direção ascendente. Mas o que tudo isso significa em nossas vidas diárias? Estamos sempre em situações difíceis, provações, doenças, etc. Como ainda é possível olhar para Jesus mesmo com grandes distrações? Paulo nos dá a resposta:

«Alegrai-vos sempre no Senhor! Mais uma vez, quero dizer: alegrem-se! Sua gentileza deve ser conhecida por todas as pessoas; o Senhor está perto. Não se preocupem com nada, mas em tudo, por meio da oração e súplica com ações de graças, suas preocupações devem ser comunicadas a Deus; e a paz de Deus, que está além da compreensão, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus »(Filipenses 4,4-7).

Deus nos promete uma paz e tranquilidade divinas "que vão além de toda razão". Portanto, devemos colocar nossas preocupações e necessidades diante do trono de Deus. Você notou como nossas orações são respondidas ?! Diz: "e Deus resolverá todas as nossas preocupações e problemas e os removerá do mundo"? Não, não há promessa aqui de que Deus resolverá ou removerá todos os nossos problemas. A promessa é: "E a paz de Deus que transcende todo o entendimento salvará seus corações e seus pensamentos em Cristo Jesus".

Quando olhamos para cima, trazemos nossas preocupações para o trono de Deus, Deus nos promete uma paz sobrenatural e uma profunda alegria espiritual, apesar de todas as circunstâncias. Isso, se realmente confiarmos nele e nos colocar em suas mãos.

«Disse-te isto para que tenhas paz em mim. Você tem aflição no mundo; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo »(Jo 16,33).

Atenção: Nós não apenas saímos de férias e confiamos em Deus para assumir todas as nossas responsabilidades. Há cristãos que cometem exatamente esses erros. Eles confundem confiança em Deus com irresponsabilidade. No entanto, é interessante ver como Deus mostra grande compaixão em tais casos. Em vez de ter mais confiança em Deus do que tomar nossas vidas em nossas próprias mãos.

Em qualquer caso, devemos continuar a ser responsáveis, mas não confiamos mais em nossos poderes, mas em Deus. No nível espiritual, devemos perceber que Jesus Cristo é nossa salvação e nossa única esperança, e devemos parar de tentar produzir frutos espirituais com nossos próprios poderes. Isto não conseguirá nem mesmo o desfile de rua. No Salmo 37 nós lemos:

«Confia no Senhor e faz o bem; habitar na terra e zelar pela lealdade; e se você tem luxúria no Senhor, ele lhe dará o que seu coração deseja. Entrega o teu caminho ao Senhor e confia nele, e ele agirá e fará subir a tua justiça como a luz e a tua justiça como o meio-dia »(Salmo 37,3-6).

Jesus Cristo é a nossa salvação, justifica-nos. Temos que confiar nossa vida incondicionalmente a ele. No entanto, também não se aposente, mas "faça o bem" e "seja leal". Se nosso olhar está em Jesus, nossa salvação, então estamos em boas mãos. Vamos ler novamente no Salmo 37:

“Os passos do homem são fortalecidos pelo Senhor e ele gosta do seu caminho; se ele cai, não é esticado, pois o Senhor lhe segura a mão. Eu era jovem e também envelheci, mas nunca vi um homem justo abandonado, nem seus descendentes imploraram por pão; todos os dias ele é bom e empresta, e sua descendência como uma bênção »(Salmo 37,23-26).

Se colocarmos nossos caminhos sob Deus, ele nunca nos abandonará.

«Não te deixarei órfão, irei até ti. Outro pequenino e o mundo não me vê mais; Mas {você} me vê: porque {eu} vivo, {você} também viverá. Naquele dia você verá que estou em meu Pai e você está em mim e eu estou em você. É quem tem os meus mandamentos e os guarda que me ama; mas quem me ama será amado por meu pai; e eu o amarei e me revelarei a ele "(João 14,18-21).

Mesmo quando Jesus subiu ao trono de Deus, ele disse que seus discípulos continuaram a vê-lo! Onde quer que estejamos e em qualquer situação que sejamos, Jesus Cristo, nossa salvação, é sempre visível e nossos olhos devem estar sempre Nele. Sua solicitação é:

«Venham a mim, todos vocês laboriosos e oprimidos! E eu vou te dar descanso. Tomem o meu jugo sobre vocês e aprendam comigo! Pois eu sou manso e humilde de coração, e "vocês encontrarão descanso para suas almas"; porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve »(Mateus 11,28-30).

Sua promessa é:

«Mesmo se eu não ficar com você, você ainda deve ter paz. Eu te dou minha paz; uma paz que ninguém no mundo pode lhe dar. Portanto, não se preocupe ou tema! " (João 14,27 HFA).

Hoje Zurique está dançando pela paz e pela liberdade. Vamos celebrar também porque nossos olhos reconheceram a salvação de Deus e oramos para que mais e mais pessoas possam ver e reconhecer o que nos foi revelado de maneira tão maravilhosa: «A maravilhosa salvação de Deus em Jesus Cristo!»

de Daniel Bösch


pdfMeus olhos viram sua salvação