Viva para Deus ou em Jesus

580 para deus ou para viver em jesusEu me pergunto sobre o sermão de hoje: "Vivo para Deus ou em Jesus?" A resposta a essas palavras mudou minha vida e pode mudar sua vida também. É uma questão de saber se tento viver de maneira totalmente legal para Deus ou se aceito a graça incondicional de Deus como um presente imerecido de Jesus. Para ser mais claro - eu vivo em, com e por meio de Jesus. É impossível pregar todos os aspectos da graça neste sermão. Portanto, vou ao cerne da mensagem:

«Ele já decidiu então que por Jesus Cristo deveríamos ser seus próprios filhos. Esse era o seu plano, e era assim que ele gostava. Com tudo isso, a gloriosa e imerecida bondade de Deus deve ser exaltada, que temos experimentado por meio de seu amado Filho. com Cristo somos vivificados - pela graça você é salvo -; e ele nos ressuscitou conosco e nos estabeleceu no céu em Cristo Jesus »(Efésios 2,5-6 HFA).

Meu desempenho não conta

O maior presente que Deus deu ao seu povo Israel na antiga aliança foi dar ao povo a lei por meio de Moisés. Mas ninguém foi capaz de guardar esta lei perfeitamente, exceto Jesus. Deus sempre se preocupou com um relacionamento de amor com seu povo, mas infelizmente apenas algumas pessoas na antiga aliança experimentaram e compreenderam isso.

É por isso que a nova aliança é uma mudança total que Jesus deu às pessoas. Jesus dá à sua igreja acesso irrestrito a Deus. Graças à sua graça, vivo um relacionamento vivo por, com e em Jesus Cristo. Ele deixou o céu e nasceu na terra como Deus e homem e viveu entre nós. Durante sua vida, ele cumpriu a lei completamente e não perdeu um único ponto até que pôs fim à antiga aliança com sua morte e ressurreição.

Jesus é a pessoa suprema em minha vida. Aceitei-o como meu maior presente, como Senhor, e sou grato por não ter mais que lutar contra os mandamentos e proibições do antigo convênio.

A maioria de nós já experimentou isso, consciente ou inconscientemente, de viver legalmente. Eu também acreditava que a obediência verbal e incondicional era uma expressão de minha devoção em agradar a Deus. Tentei viver minha vida de acordo com as regras da antiga aliança. E mais, fazer tudo para Deus, até que Deus Todo-Poderoso me mostrasse por sua graça: “Não há justo, nem mesmo um” - exceto Jesus, nosso maior presente! Minha própria atuação com todas as guarnições nunca poderia ser suficiente para Jesus, porque o que conta é o que ele realizou por mim. Recebi seu dom da graça de viver em Jesus. Até mesmo acreditar em Jesus é um presente de Deus. Posso aceitar a fé e por meio dela também Jesus, o maior dom da graça de Deus.

Viver em Jesus é uma decisão de grandes consequências

Percebi que depende de mim. Como eu acredito em Jesus? Posso escolher ouvi-lo e fazer o que ele diz porque minhas crenças determinam minhas ações. De qualquer forma, isso tem consequências para mim:

«Mas como era a tua vida antes? Você desobedeceu a Deus e não queria saber nada sobre ele. Aos olhos dele, você estava morto, viveu como de costume neste mundo e sucumbiu a Satanás, que exerce seu poder entre o céu e a terra. Seu espírito maligno ainda governa a vida de todas as pessoas que desobedecem a Deus hoje. Costumávamos pertencer a eles também, quando queríamos determinar nossas próprias vidas. Cedemos às paixões e tentações da nossa natureza ancestral e, como todas as outras pessoas, fomos submetidos à ira de Deus »(Efésios 2,1-3 HFA).

Isso me mostra: guardar os mandamentos da antiga aliança exatamente não cria um relacionamento pessoal com Deus. Em vez disso, eles me separaram dele porque minha atitude foi baseada em minha própria contribuição. A pena para o pecado permaneceu a mesma: a morte e ele me deixou em uma posição desesperadora. Palavras de esperança agora seguem:

«Mas a misericórdia de Deus é grande. Por causa dos nossos pecados, estávamos mortos aos olhos de Deus, mas ele nos amou tanto que nos deu uma nova vida com Cristo. Lembre-se sempre: você deve esta salvação somente à graça de Deus. Ele nos ressuscitou dos mortos com Cristo, e nossa associação com Cristo já nos deu nosso lugar no mundo celestial. Assim, no seu amor, que nos mostrou em Jesus Cristo, Deus quer mostrar a magnitude avassaladora da sua graça para sempre. Porque somente por meio de sua benignidade imerecida você foi salvo da morte. Aconteceu porque você acredita em Jesus Cristo. É um presente de Deus e não seu próprio trabalho. Uma pessoa não pode contribuir com nada por meio de suas próprias realizações. Portanto, ninguém pode ser enganado por suas boas ações »(Efésios 2,4-9 HFA).

Tenho visto que a fé em Jesus é um presente de Deus que recebi indevidamente. Eu estava absolutamente morto porque pela identidade eu era um pecador e estava pecando. Mas porque tive permissão para aceitar Jesus como meu Redentor, Salvador e Senhor, fui crucificado com ele. Todos os meus pecados que já carreguei e cometerei são perdoados por meio dele. Essa é a mensagem refrescante e esclarecedora. A morte não tem mais direito a mim. Tenho uma identidade completamente nova em Jesus. A pessoa jurídica Toni está e continuará morta, ainda que, como você pode ver, apesar da sua idade, ele ande vivo e animado.

Viva na graça - viva em Jesus

Vivo com, por e em Jesus ou como Paulo diz precisamente:

“Porque fui condenado à morte pela lei. Portanto, agora estou morto para a lei para poder viver para Deus. Minha antiga vida morreu com Cristo na cruz. É por isso que eu não vivo mais, mas Cristo vive em mim! Vivo minha vida transitória nesta terra pela fé em Jesus Cristo, o Filho de Deus, que me amou e deu sua vida por mim. Não estou rejeitando esse dom imerecido de Deus - em contraste com os cristãos que ainda querem cumprir as exigências da lei. Pois se pudéssemos ser aceitos por Deus obedecendo à lei, então Cristo não teria que morrer »(Gálatas 2,19-21 HFA).

Pela graça sou salvo, pela graça Deus me ressuscitou e estou instalado no céu com Cristo Jesus. Não há nada de que eu possa me orgulhar, exceto que sou amado e vivo no Deus Triúno. Devo minha vida a Jesus. Ele fez tudo o que foi necessário para que minha vida fosse coroada de sucesso nele. Passo a passo, percebo mais e mais que faz uma grande diferença se eu digo: eu vivo para Deus ou se Jesus é minha vida. Ser um com o Deus santo, isso muda minha vida fundamentalmente, porque eu não determino mais minha vida, mas deixo Jesus viver através de mim. Sublinho isso com os seguintes versos.

"Você não sabe que é o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em você?" (1. Corinthians 3,16).

Agora sou uma morada do Pai, do Filho e do Espírito Santo, é um privilégio de nova aliança. Isso se aplica quer eu esteja ciente disso ou permaneça inconsciente: quer eu durma ou trabalhe, Jesus vive em mim. Quando experimento a maravilhosa criação em uma caminhada com raquetes de neve, Deus está em mim e torna cada momento um tesouro. Sempre há espaço livre para deixar Jesus me guiar e me dar presentes. Tenho permissão para ser o templo de Deus em movimento e desfrutar do relacionamento mais íntimo com Jesus.

Já que ele vive em mim, não preciso ter medo de não cumprir a visão de Deus. Mesmo se eu cair como seu filho justificado, ele vai me ajudar a levantar. Mas isso não se aplica apenas a mim. Jesus lutou a batalha contra Satanás e venceu conosco e por nós. Depois de sua luta com Satanás, ele limpa a serragem de meus ombros em sentido figurado, como quando balança. Ele pagou todas as nossas culpas de uma vez por todas, seu sacrifício é suficiente para que todas as pessoas vivam reconciliadas com ele.

«Eu sou a videira, vocês são os ramos. Quem permanece em mim e eu nele dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer »(João 15,5).

Posso estar conectado a Jesus como uma uva na videira. Através dele consigo tudo o que preciso para viver. Além disso, posso falar com Jesus sobre todas as questões da minha vida, porque ele me conhece de dentro para fora e sabe onde preciso de ajuda. Ele não se assusta com nenhum dos meus pensamentos e não me julga por nenhum dos meus erros. Confesso minha culpa a ele, que apesar da minha morte não peco, porque seu amigo e irmão me invocam. Eu sei que ele a perdoou. Minha identidade de pecador é a velha história, agora sou uma nova criatura e vivo em Jesus. Viver assim é muito divertido, até divertido, porque não existe mais nenhuma desvantagem separadora.

A segunda parte da frase me mostra que sem Jesus não posso fazer nada. Eu não posso viver sem Jesus. Eu confio em Deus que ele chama a todos para que ouçam ou vão ouvi-lo. Quando e como isso acontece depende de sua autoridade. Jesus me explica que todas as minhas boas palavras e até mesmo minhas melhores obras não fazem absolutamente nada para me manter vivo. Ele me ordena que preste atenção ao que ele gostaria de dizer para mim sozinho ou através de meus queridos vizinhos. Ele me deu meus vizinhos para este propósito.

Eu comparo-nos com os discípulos que correram de Jerusalém para Emaús naquela época. Eles haviam passado por dias difíceis por causa da crucificação de Jesus e discutiram sobre eles no caminho de casa. Um estranho, era Jesus, correu com eles e explicou o que estava escrito sobre ele nas escrituras. Mas isso não os tornou mais espertos. Eles só o reconheceram em casa enquanto partia o pão. Por meio desse incidente, eles tiveram uma visão de Jesus. Caiu de seus olhos como escamas. Jesus vive - ele é o Salvador. Ainda existem abridores de olho assim hoje? Acho que sim.

Você pode achar que o sermão, “Viva para Deus ou em Jesus”, é desafiador. Então você terá uma boa oportunidade de discutir isso com Jesus. Ele adora conversas íntimas e fica feliz em mostrar como a vida é um dos maiores milagres nele. Ele enche sua vida de graça. Jesus em você é o seu maior presente.

de Toni Püntener